Mais de 350 juízes receberam acima de R$ 100 mil em pelo menos um mês de 2022

Publicado em 22 de junho de 2022

Os três juízes do país que receberam os maiores contracheques embolsaram valores que vão de R$ 432 mil a mais de R$ 700 mil

Pelo menos 353 juízes receberam mais de R$ 100 mil em ao menos um mês deste ano, diz a Folha, com base em informações que estão no portal mantido pelo Conselho Nacional de Justiça com os pagamentos feitos aos 17,9 mil juízes, desembargadores e ministros de Cortes superiores do Judiciário.

“Os três juízes que, no Brasil, receberam os maiores contracheques embolsaram, de uma única vez, valores que vão de R$ 432 mil a mais de R$ 700 mil, afirma o jornal. O levantamento também aponta os outros 350 receberam, em pelo menos um mês, valores entre R$ 100,04 mil e R$ 279 mil.

Em 2022, o magistrado que recebeu o maior valor de uma vez só foi a ministra do Tribunal Superior do Trabalho Morgana de Almeida Richa, cunhada do ex-governador tucano Beto Richa. De acordo com a reportagem, foram quase R$ 733 mil no contracheque referente ao mês de abril. A quantia foi paga pelo seu tribunal de origem, Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região (Paraná).

Segundo a assessoria de imprensa do TST, isso ocorreu porque, para assumir o cargo de ministra do Tribunal Superior do Trabalho, em dezembro do ano passado,  Morgana foi exonerada do TRT-PR, “auferindo em 2022 as parcelas decorrentes de lei, inclusive a indenização de vários períodos de férias que não foram usufruídos durante o período trabalhado no tribunal regional”.

O Antagonista

Alda - 391x69

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.