Moro: “o candidato será Bolsonaro”

Publicado em 13 de agosto de 2019

Questionado pela Reuters a respeito da sucessão presidencial de 2022, o ministro Sergio Moro mais uma vez descartou a possibilidade de sua candidatura ao Planalto.
“Não. O candidato presidencial em 2022, acho muito prematuro nós falarmos isso, mas o candidato do governo federal, se ele assim quiser, vai ser o presidente Jair Bolsonaro”. Moro disse que não tem um perfil político-partidário que se vê “mais como um técnico dentro do ministério com essa missão específica”. Que não está no governo “para disputar concurso de popularidade”. “Estou no governo para defender boas ações”.

Alda

3 comentários sobre “Moro: “o candidato será Bolsonaro”

  1. E, e obvio que o conceito de boas ou, mas ações, do referido ex-juiz, esta um tanto as avessas, depois das ultimas publicações do jornalista grem glenwald, recebidas segundo o referido jornalista de fonte anonima e, que foi confirmadas como autenticas por vários peritos! Se boas ações for forjar provas pra condenar alguém pra que ele próprio fosse beneficiado com um cargo no primeiro escalão, estamos em um mundo cão, eu, tenho certeza que e por ai, esse cidadão, apesar de ter uma faixa da população que, ainda teima em não acreditar no obvio,acho que em pouco tempo, todo pais vai entender o que ele e, realmente!

    • O ÓBVIO é que o LULADRÃO está preso e não pode ser candidato a nada.
      Também é ÓBVIO que seguidores do LULADRÃO se manifestem contra a sua prisão, esquecendo-se dos muitos anos de PROPINODUTO que vigorou em nosso país, promovido pelo LULADRÃO E SEUS ASSECLAS.
      Ainda mais, é ÓBVIO a amnésia cerebral que vigora na cabeça de muitos PETRALHAS, que teimam em querer que o Brasil acredite que o LULADRÃO seja um preso político, negando-se a admitir que o LULADRÃO foi e é um mau político, preso devido ao que roubou do Brasil durante seu (des)governo e o (des)governo de seu poste, a DILMA.
      É também ÓBVIO que o LULADRÃO E SUA TCHURMA queriam que ele fosse transferido para a cidade de São Paulo, mas quando saiu a transferência, ficou muito ÓBVIO que o LULADRÃO não quis mais ir para São Paulo.
      É claro que ficou ÓBVIO também que o LULADRÃO está gostando é da mordomia que goza em Curitiba, e que poderia ter fim com sua transferência para o novo apartamento em TREMEMBÉ, tendo inclusive enviado carta ao presidente da Câmara Federal Rodrigo Maia, agradecendo a ele pelo esforço para que a sua transferência não se realizasse.
      E, finalmente, o ÓBVIO é que só não enxerga a realidade dos fatos, aqueles que passaram por uma lavagem cerebral promovida pelo LULADRÃO, PELO PT E SEUS ASSECLAS, que só quiseram se locupletar com o poder, deixando um legado de pobreza e mais de treze milhões de desempregados no nosso Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.