Quem mandou matar Bolsonaro?

Publicado em 21 de dezembro de 2018

Pois é. A PF fez busca e apreensão nesta sexta (21) em dois escritórios de Zanone Manuel de Oliveira Júnior, advogado de Adélio Bispo, o homem que tentou matar Jair Bolsonaro.
Rodrigo Morais Fernandes, delegado que investiga o caso diz que as buscas visam identificar quem estaria financiando a defesa do autor do atentado. Diz que conta com um bom aparato para conduzir a investigação e “não há nada que possa ser feito de diferente ou além do que está sendo feito”.
Um dos objetivos da busca é encontrar o vídeo que registra encontro do advogado com a pessoa que estaria bancando a defesa do agressor.
Segundo o diretor da PF, Rogério Galloro, o inquérito sobre o esfaqueador “está 90% concluído”.
Nas buscas, a PF apreendeu uma folha do livro-caixa do escritório de Zanone que registra um pagamento de honorários de R$ 25 mil relacionados ao “Caso Adélio”. Falta apenas descobrir quem paga seus advogados.
O delegado Rodrigo suspeita que haja “uma organização criminosa ou um grupo político” por trás do crime, e o caminho, é saber quem financiou a defesa de Adélio.

Alda

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.