O caso das eleições do Sindoscom

Publicado em 19 de dezembro de 2018

Recebemos e publicamos na íntegra o texto de um colaborador, ligado a chapa de oposição à atual diretoria, denunciada de fraude em fevereiro de 2017, e que acabou virando caso de polícia.

“A CÚPULA DO SINDOSCOM conseguiu por quase dois anos “enrolar” o processo que busca a ANULAÇÃO das eleições para Presidente, que ocorreram em 03/02/2017.

No último dia 11/12/2018, na 22ª Vara do Trabalho de Curitiba, NOVAMENTE a CÚPULA DO SINDOSCOM tentou procrastinar o processo, sendo que as duas testemunhas arroladas pelo SINDOSCOM e que já haviam faltado em audiências anteriores também deixaram de comparecer na audiência de 11/12.

Porém, o Juiz do Trabalho de Curitiba (percebendo o descaso do SINDICATO com a JUSTIÇA) determinou que POLICIAIS MILITARES e 1 OFICIAL DE JUSTIÇA conduzissem as duas testemunhas para serem ouvidas na audiência.

As duas testemunhas – após serem conduzidas COERCETIVAMENTE – deram depoimentos contrários às provas dos autos, ou seja, tentaram ajudar o SINDOSCOM, mas as mentiras ditas por eles “caíram” por terra.

Desta forma, com a oitiva destas duas testemunhas, O PROCESSO RETORNA PARA O JUIZ DO TRABALHO DE PARANAVAÍ, que após analisar todas as provas dos autos poderá em 2019 prolatar a sentença.

Os comerciários de Paranavaí e região aguardam ansiosamente a DECISÃO (SENTENÇA), já que praticamente quase todos os comerciários deixaram de contribuir para o SINDICATO (SINDOSCOM), pois a atual diretoria não os representa.

Que venha 2019.”

Alda

3 comentários sobre “O caso das eleições do Sindoscom

  1. Como)Pode isso, Arnaldo? E a nossa mídia ,inclusive este novel blog, não tem nada mais a nos informar e esclarecer quanto aos interesses dos segmentos direta ou indiretamente envolvidos, inclusive quanto às consequências para nós enquanto consumidores do comércio da cidade?

  2. Cadê os nomes dos conduzidos coercitivamente???
    Por que é que não queriam testemunhar???
    Quanto tempo tiveram para treinar o que iriam dizer, e não conseguiram decorar a “verdade” deles não é???
    Será que agora vai???

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.