SANTA CASA | UNIDADE MORUMBI

Publicado em 18 de dezembro de 2018

deve começar a atender em um ano


Nesta quinta, Cida Borghetti assina em Paranavaí convênio
de quase R$ 20 milhões para aquisição dos equipamentos

Unidade-Morumbi-atenderá-emA Diretoria da Santa Casa de Paranavaí estima que, em um ano, se não houver nenhum contratempo, começará o atendimento da Unidade Morumbi. Nesta quinta-feira, dia 20, a governadora Cida Borghetti e o secretário de Estado da Saúde, Antônio Carlos Nardi, estarão na cidade para assinar um convênio no valor de R$ 19.651.463,90. Estes recursos destinam-se a aquisição de equipamentos.

De acordo com o diretor geral do hospital, Héracles Alencar Arrais, com os recursos assegurados, o hospital começa em janeiro as licitações para a aquisição de equipamentos e mobiliários. A previsão é de que este processo demore entre seis e oito meses, até a entrega do material. Concomitantemente, a Administração da Santa Casa vai trabalhar para a contratação de recursos humanos e fazer o credenciamento dos serviços no Ministério da Saúde para garantir parte do financiamento do funcionamento do hospital.

Também na quinta-feira, na mesma cerimônia, a empresa responsável pela construção fará a entrega oficial das obras de construção civil da Unidade Morumbi à direção da Santa Casa. Na ocasião será assinado um termo provisório de entrega. O hospital terá 90 dias para avaliar se algum item da obra está em desconformidade com o projeto ou apresentando problema.

A nova unidade hospitalar de Paranavaí é resultado de uma negociação que envolveu os proprietários do antigo Hospital Noroeste, Prefeitura de Paranavaí, Governo do Estado e a Santa Casa. Após investir cerca de R$ 10 milhões (valores atualizados) na obra, a época com 5.800 m², o grupo de empresários desistiu do empreendimento e devolveu o terreno para a prefeitura e, de forma amigável, doou as instalações à Santa Casa. A Prefeitura permutou o terreno que havia recebido de volta do Hospital Noroeste por um da Santa Casa, onde está sendo construído a UPA. Com o empreendimento de posse de um entidade filantrópica, o Governo do Estado investiu R$ 20 milhões para a conclusão das obras físicas do hospital, que foi ampliado para 8.300 m². A unidade terá 110 leitos comum e 13 de Terapia Intensiva (UTI). A nova unidade terá cerca de 450 funcionários.

 

Alda

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.