Constituição: “a mãe de todas as crises”

Publicado em 08 de novembro de 2018

Rápido e afiado como sempre, José Nêumanne deixou seu recado, através da Rádio Eldorado a respeito da nossa Constituição:
“Celebração do 30.º aniversário da Constituição foi um show de hipocrisia, cinismo e fantasia, pois a aniversariante não tem nada de ‘cidadã´, como a definia um de seus autores, Ulysses Guimarães, mas um manual de autodefesa de uma classe politica safada e corrupta, tendo sido a mãe de todas as crises do Brasil e uma madrasta para a democracia, que vive sob sua égide. De todos os oradores salvou-se o presidente eleito, Jair Bolsonaro, que faz muito bem em nos ensinar que há três nortes, mas o texto que rege o Estado de Direito é o único norte verdadeiro para ele. Se não o fizesse, sofreria uma saraivada de acusações caluniosas de que a golpeou com a ajuda de quase 58 milhões de cidadãos.”

Alda

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.