Investigação contra promotores racha CNMP

Publicado em 13 de setembro de 2018

Por Claudio Dantas

A abertura de processo disciplinar contra promotores que investigam políticos em campanha gerou um racha no Conselho Nacional do Ministério Público.
O conselheiro Marcelo Weitzel, presidente da Comissão de Preservação da Autonomia do MP, instaurou procedimento interno para garantir a atuação dos investigadores, que se sentem coagidos.
No documento, obtido em primeira mão por O Antagonista, ele determina a notificação da Corregedoria do CNMP, que ontem, a pedido do conselheiro Luiz Fernando Bandeira, instaurou processo disciplinar contra os promotores que pediram a prisão de Beto Richa e os que denunciaram Fernando Haddad e Geraldo Alckmin.
cnmpautonimia1

cnmpautonimia2

Alda

2 comentários sobre “Investigação contra promotores racha CNMP

  1. ESTÁ MESMO NA HORA DE UMA INVESTIGAÇÃO MAIS PROFUNDA SOBRE AS IMPLICAÇÕES POLÍTICAS DE ALGUMAS DECISÕES JUDICIAIS. TUTELA NÃO!

    • Então fica assim:
      O político […] (lembra uma redundância) […] enriquecem a custa do povo brasileiro. Depois de uma década, apenas um desses […] é noticiado pela imprensa e sabe-se lá se será investigado pela […], quanto mais julgado pela justiça brasileira. Provas robustas são colhidas mas esse político tem foro privilegiado, certamente esse […] será prescrito.
      Mas descobriu-se (com provas legítimas) que {…] cometeu outros […]. Ele encontra-se licenciado do cargo de governador para disputar o senado. Logo, sem foro privilegiado, a justiça manda prende-lo juntamente com a metade de sua família.

      Quando enfim o Ministério Público faz […], uma manada […] surge para questionar a atuação dos promotores responsáveis pelas priões.

      Oras… Lula tá preso porque é corrupto. Infelizmente não prenderam os maiores corruptos porque não pertencem ao PT. Mas criticar o Ministério Público quando este consegue trabalhar é a pior das imbecilidades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.