Novela do reajuste mostra governo frágil

Publicado em 11 de julho de 2018
Gazeta do Povo

e cabeça dos políticos na eleição


Após semanas de indefinição, Cida Borghetti anunciou retirada
de proposta do reajuste e volta da discussão só depois de outubro

A novela em torno do reajuste aos servidores do governo do Paraná parecia ter chegado ao fim – ao menos até a eleição – na manhã desta terça-feira (10). No entanto, poucas horas depois de retirar o projeto de tramitação da Assembleia Legislativa, a governadora Cida Borghetti (PP) aceitou reabrir a discussão com o funcionalismo. As idas e vindas da pré-candidata à reeleição mostram uma gestora vacilante e escancaram que o pleito de outubro tomou conta de vez do cenário político no estado.
Sem votos suficientes para evitar um aumento da reposição de 1% para 2,76%, Cida iniciou o dia anunciando que pediria de volta o projeto de reajuste que enviou ao Legislativo. Numa clara referência ao deputado Ratinho Jr. (PSD), um dos postulantes ao comando do Palácio Iguaçu, chamou o novo índice proposto de “eleitoreiro”, “irresponsável” e “inconstitucional”. Finalizou dizendo que o assunto só voltaria a ser discutido depois da eleição.

Alda

2 comentários sobre “Novela do reajuste mostra governo frágil

  1. Se ela se limitasse a cumprir o combinado: reposição da inflação, nada disso estaria acontecendo.

  2. Cida e Beto: duas faces de um mesmo governo. É preciso construir a GREVE GERAL! Nenhum direito à menos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.