Basta de erros!

Publicado em 27 de junho de 2017

Enquanto bom administrador que é Maurício Gehler erra mão na opção política pela segunda vez! Ele é pós-graduado em Gestão Pública, especialidade que elabora, traça diretrizes e aponta viabilidades de políticas públicas, e por isso, entendo eu, muito pouco tem a ver com o legislativo estadual, palco de implacáveis guerras de vaidades, sobretudo com debutantes políticos.
A primeira vez de MG foi quando na eleição passada, ele se mostrando aparentemente disposto, todos os espaços políticos de nossa cidade lhe estavam abertos para a candidatura à prefeitura, inclusive com o apoio do atual deputado estadual Tião Medeiros. MG escorregou para cá e para lá, alegou a fundação do instituto que leva seu nome, e no fim caiu fora da candidatura.
Confesso, não entendi muito bem aquela sua rejeição nem dei fé na justificativa. Entretanto, cá com meus democráticos botões atribuí o fato a uma falta de apoio financeiro para a campanha ou coisa semelhante. Mas isto é outra história que aqui não interessa. Em verdade a cidade ficou sem uma boa – senão a melhor – opção para ter uma continuidade administrativa sólida.
Agora MG erra pela segunda vez! Todos sabemos também que, salvo ostentações pessoais de alguns, no momento Paranavaí não precisa de outro deputado estadual, e nem se tem notícia de que o atual, Tião Medeiros, tenha pretensão futura em administrar a prefeitura. Muito ao contrário: desde a origem, todo seu capital político está claramente fincado na deputação, seja ela estadual ou federal em futuro próximo. Por ora disso ninguém me dissuade!
Enfim, Paranavaí segue carecendo de administradores. Políticos e pessoas ocupadas unicamente com a política partidária na cidade há muitos, mas Administradores mesmo, daqueles com ‘a’ maiúsculo, não! O só fato da reeleição da administração passada me é suficiente para esse meu entendimento. Queira Deus que o destino da cidade esteja em mãos competentes administrativamente. Um bom administrador eleva politicamente o nome de uma cidade; já com um político o inverso não me parece verdadeiro. Sou das tantas testemunhas: no passado Paranavaí já sofreu demais com essa dura lição. Encerre-se de vez o velho ciclo de erros nas escolhas, Paranavaí! É o que hoje pensa este seu filho, Zé Roberto Balestra.

Desconto-na-mão

9 comentários sobre “Basta de erros!

  1. Muito bem Zé Balestra.
    Seu artigo é um importante objeto para reflexão.
    Paranavaí precisa somar forças e definir caminhos.

  2. Encaro esse seu comentário com muita surpresa.
    Na verdade, com razoável surpresa.
    Melhor dizendo, é a sua essência mesmo.

    Digo isso porque já faz algum tempo que você não dá as caras. Não escreve mais. Desde o tempo em que o PT era o motivo de tanto ódio e intolerância, mas que hoje felizmente está fora pois deu lugar a um homem honesto cercado por um grupo cheio de boas intenções.

    É estranho o seu comentário pois você mostra-se preocupado com o cenário político desta cidade e do paraná, atitude essa tão incoerente diante dos fatos tão graves como o escândalo da rádio paranavaí como também os vários escândalos do nosso governador e que não foram motivos inspiradores para a suas belas reflexões.

    Mas pensando bem, não é tão estranho. Entendo que você “sutilmente” quis fazer um agrado ao nosso atual deputado. Vamos lá! Confessa que essa foi a intenção. Ele, o Tião, certamente vai considera-lo “apenas” como um eleitor satisfeito.

    Quando realmente se preocupar com os interesses de nossa cidade, procure deixar os seus particulares de lado e busque a imparcialidade e justiça. Você escreve bem. Escreva para o bem também.

  3. Balestra não se fez entender quando procurou asseverar a diferença entre o Executivo e o Legislativo, acho eu.
    Também entendo que uma pessoa vocacionada para a tribuna, para a elaboração e discussão de leis que são as reais tarefas e atribuições do vereador, dos deputados, do senador, não desempenhará com proveito, o trabalhos exigidos pela administração.
    Assistimos, através dos tempos, ativo governador terminar mandato e se candidatar ao senado onde será mais um.

  4. A Opção da escolha, qualquer que seja ela, é exclusivamente pessoal, em se tratando de política as vezes achamos que o momento certo é este, quando na realidade é aquele, as qualidades apontadas a MG, a quem não conheço, pelo Balestra, o qualifica para exercer o cargo de Deputado, seja Estadual ou Federal, pois a maioria dos congressistas são despreparados, agora apontar se fulano ou ciclano deve ou não ser candidato em detrimento de alguém ou de algo, não é de bom alvitre, se a oportunidade, como relata era nas eleições Municipais pretéritas, não posso concordar, a hora é agora, o hoje, e o amanhã. Vamos deixar quem achar que deve ou não ser Candidato a qualquer cargo eletivo com a Liberdade da escolha, se a opção pela Candidatura atingir outro Candidato, ai deve prevalecer a vontade soberana do POVO.

  5. Sempre muito bem colocado, pensamento muito inteligente e a frente do tempo comum.
    Talvez falte inteligência e discernimento de alguns para saber diferenciar, qualidade de raciocinio, e imparcialidade.
    Parabéns!

    • Essa falta de discernimento, não somente para alguns e sim para a maioria dos eleitores, é responsável por mergulhar o país nesse mar de lama.
      Digo isso porque a única opção que temos de limpar essa sujeira é quebrar esse ciclo vicioso que a reeleição proporciona a esse país.

      DIGA NÃO A REELEIÇÃO!!!

  6. Quem entende pode se expressar. Quem sabe… sabe! falou bem amigo Balestra… meu nobre advogado – as coisas vem e vao…
    aqueles que ficam são testemunhas dos sucessos e dos fracassos! parabéns…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.