Heuler foi levado coercitivamente para depor

Publicado em 17 de março de 2017

O paranavaiense Heuler Martins foi levado a coercitivamente a depor na Polícia Federal dentro da Operação Carne Fraca que ainda está em andamento. Assessor do deputado João Arruda, Heuler, que foi chefe de gabinete na primeira gestão do ex-deputado Teruo Kato (2007-2010), teria, segundo o blog O Antagonista complicado a vida do senador Roberto Requião, tio de arruda.
Heuler Martins caiu em uma das escutas telefônicas da Carne Fraca, que apura o envolvimento de fiscais do Ministério da Agricultura em um esquema de liberação de licenças e fiscalização irregular de frigoríficos. Deflagrada nesta a sexta-feira (17), a Operação é, em números, a maior operação já realizada pela Polícia Federal no país.

banner taturana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.