49º Femup
Prefeitura Paranavaí
Psicoclínica

Notificada, empresa refaz recape

Publicado em 21 de julho de 2014 - 14:08

Foi iniciado na semana passada o serviço de recuperação de um trecho (aproximadamente duas quadras) da Rua Belo Horizonte que apresentou desagregação precoce do pavimento. Com este serviço, a empresa responsável, que havia sido notificada pelo município em 2012, começa a cumprir parte de um acordo, feito naquele mesmo ano, que prevê a recuperação de outras dez vias (cerca de 19 mil m² de pavimento) que também sofreram desagregação precoce.
O serviço consiste na limpeza da via, reperfilamento nos pontos de maior desagregação e a posterior aplicação de uma lama asfáltica impermeabilizante para proteger o pavimento. A reconstituição do pavimento está sendo feita sem nenhum ônus para o município.

A depósito_casarão sem oferta do mês

Beto, 42,5%; Requião 25,2%; e Gleisi 16,5%

Publicado em 21 de julho de 2014 - 12:45

A Rádio CBN-Cascavel divulgou agora de manhã pesquisa realizada na cidade para aferir a intenção de votos dos eleitores. E para o Governo do Estado o resultado aferido mostra o governador Beto Richa à frente, com 42,5% das intenções, seguido por Roberto Requião (PMDB), 25,2%, Gleisi Hoffmann (PT), com 16,5% e Bernardo Piloto (PSOL), com 2%. Os demais candidatos não atingiram 1%. Por esta amostragem, levando em consideração o município de Cascavel, Beto Richa poderia ser reeleito ainda no primeiro turno. Confira a pesquisa completa aqui.

Câmara trabalha no recesso

Publicado em 20 de julho de 2014 - 15:48

A Câmara Municipal de Paranavaí está em recesso. Mas estará reunida na segunda-feira, às 8 horas, e na terça-feira, às 8 horas e 8h15, para apreciar três projetos de lei. Serão sessões relâmpagos, pois como não há transmissão por emissoras de rádio, os vereadores se limitam em votar as matérias, abrindo mão de fazer pronunciamentos da tribuna.

Alda6

Fechou o tempo entre Beto e Requião

Publicado em 20 de julho de 2014 - 10:42

A semana terminou com a temperatura elevada entre o governador Beto Richa (PSDB) e o senador Roberto Requião, que nunca tiveram relações amistosas.
Antes da convenção do PMDB, Requião acusava Beto de tentar comprar convencionais para apoiar sua reeleição. Beto praticamente não retrucava, mas dava como certo o apoio dos peemedebistas.
Veio a convenção e o PMDB decidiu pela candidatura própria de Requião.
A partir daí, o peemedebista passou a procurar rotular o tucano como play boy, que se preocupa apenas com sua aparência física.
Nos últimos dias, Beto passou a responder, disse que Requião é preguiçoso, que, no governo, gostava era de andar a cavalo na Granja Canguiri, deixou de herança uma grande dívida e a garantir que em três anos e mio de governo fez muito mais pelo Paraná do que Requião em oito anos.
E a campanha só está começando.
A troca de farpas entre Beto e Requião fortalece a tese de que ambos estão brigando pelo primeiro lugar, com base em pesquisas internas. E que a petista Gleisi Hoffmann, neste momento, amarga o terceiro lugar.

A depósito_casarão sem oferta do mês

Valmir esclarece

Publicado em 19 de julho de 2014 - 18:41

Um dos próceres do PSDB local, Valmir Trentini, esclarece que, as candidaturas dos deputados estaduais Luiz Accorsi (à reeleição) e Valdir Rossoni (à federal) não têm apoio de um grupo de tucanos locais, como dito aqui. Ambos são os candidatos oficiais do partido, conforme ficou definido na reunião realizada no dia 31 de maio.
Outro esclarecimento refere-se a escolha do coordenador regional da campanha de Beto Richa. Lembra ele que o que estava em discussão era a coordenação da campanha de governador, que tem o apoio de 17 partidos e não coordenação da campanha tucana.

Alda6

Ficha Limpa: Yamakawa inelegível

Publicado em 19 de julho de 2014 - 16:00

Desde o dia 24 do mês passado, o ex-prefeito Maurício Yamakawa (PP), está inelegível. A Quinta Câmara Cível do Tribunal de Justiça (órgão Colegiado) manteve decisão de condenação do ex-prefeito de primeira instância por improbidade administrativa que cassou seus direitos políticos.
O processo que deu origem a cassação refere-se a um convênio firmado pelo então prefeito com a Funasa (Fundação Nacional de Saúde), no valor de R$ 207 mil para a construção de 100 módulos sanitários. Os módulos foram mal executados e houve problemas na prestação de contas, tendo o município que gastar dos recursos próprios para concluir os módulos. Com a reprovação da prestação de contas do convênio, o município ficou impossibilitado de fazer novos convênios.
Em primeira instância, Yamakawa foi condenado a pagar, pelo prejuízo, R$ 8.700 reais, multa, proibição de contratar com o município e suspensão dos direitos políticos por cinco anos. Continuar lendo

A depósito_casarão sem oferta do mês

Walmor, o Lauro Machado do PSDB

Publicado em 19 de julho de 2014 - 10:54

O presidente do PSDB de Paranavaí, Walmor Trentini, sempre foi visto com certa desconfiança pela classe política. Não que seja ambíguo. Pelo contrário, é bastante claro nas suas posições, mas, como liderança, tem um comportamento que desagrada até seus companheiros.
De um presidente de partido, espera-se imparcialidade e habilidade para agregar e mediar conflitos internos.
Não é o comportamento, por exemplo, do presidente do PMDB local, Lauro Machado. Polêmico e combativo, Machado defende suas posições com unhas e dentes, provocando, por vezes, desagregação e desconforto entre os filiados.
Walmor segue na mesma linha. Esta semana deveria estar presente na cidade quando se definia o nome do coordenador regional da campanha de reeleição do governador Beto Richa (PSDB). Não apareceu, apesar da confusão instalada. Ontem, em contrapartida, fez questão de estar presente na reunião de apoio ao deputado estadual Luiz Accorsi, candidato a reeleição. Na coligação que apóia o governador há candidatos com domicílio em Paranavaí.
Além disso, Walmor tem se apresentado muito melhor em relação a Lauro Machado quando o assunto é provocar intriga na seara alheia.

Alda6

Accorsi desabafa e manifesta insatisfação

Publicado em 18 de julho de 2014 - 22:28

Conforme anunciamos, um grupo de tucanos de Paranavaí que apóia a reeleição do deputado estadual Luiz Accorsi (PSDB) e Valdir Rossoni para deputado federal está reunido neste momento no Restaurante Aeroporto, em torno de um jantar. Os discursos de Rubens Felippe e Walmor Trentini, falando da importância do trabalho realizado e das conquistas para a Região, por Accorsi e Rossoni, já indicavam o que viria. O discurso de Luiz Accorsi foi mais que tudo um desabafo. “A promessa de que a sede da Reitoria da Unespar seria em Paranavaí foi feita para mim e para o Rubens Felippe, pelo Beto Richa, quando se cogitava sua candidatura à prefeitura de Paranavaí, em 2011, que acabou evoluindo para a vice de Rogério Lorenzetti. Estavam presentes o Walmor e o Flávio Antunes, que, segundo consta, foi quem espalhou a notícia, que deveria ser mantida em sigilo até a hora oportuna. Aí – desabafou Accorsi – depois da onça morta, apareceu um monte de gente pra tirar fotografia”.
Numa referência clara aos acontecimentos dos últimos dias, sobre a coordenação da campanha do PSDB em Paranavaí e Região, Accorsi disse: “Estava tudo certo, em Curitiba, para que o Rubens Felippe assumisse a coordenação da campanha. E não seria o coordenador da minha campanha, e sim do partido, do Beto Richa. O (Norberto) Ortigara é nosso irmão, mas não sei o que veio fazer em Paranavaí. O Rubens não merecia passar por esta situação. Senti-me traído. Penso que tudo já estava orquestrado. Chegando a Curitiba vou levar ao governador o meu descontentamento em relação à maneira como este processo foi conduzido”.
Quanto à escolha de Ivo Pierin Júnior como coordenador da campanha, Accorsi disse que: “Minha indignação é em relação à maneira como este processo foi conduzido. Não tenho nada contra o Pierin. É um empresário de respeito, tem boa imagem perante a comunidade regional e acredito que possa dar uma grande contribuição à reeleição do Beto Richa”.
O deputado Valdir Rossoni não compareceu ao encontro e foi representado pelo assessor da presidência da Assembléia Legislativa, Luiz Antonio Tieppo.

A depósito_casarão sem oferta do mês

Empregos: Paranavaí conquista a 6º posição

Publicado em 18 de julho de 2014 - 17:57

O município teve desempenho melhor que Curitiba, Maringá, Umuarama
e Campo Mourão, enquanto Estado fechou o mês de junho com saldo negativo

Paranavaí é o 6º município no ranking do Estado com maior número de postos de trabalho criados no mês de junho. A cidade, que teve 1053 contratações contra 925 demissões – um saldo positivo de 128 empregos –, teve um desempenho melhor que centros de igual ou maior porte como Curitiba (60º), Maringá (58º), Londrina (51º), Cascavel (47º), Campo Mourão (34º), Cianorte (30º) e Umuarama (20º).
Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados mensalmente pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), apontam que Paranavaí teve um aumento de 0,6% no total de pessoas empregadas com carteira assinada – que hoje já chegam a 20.436 trabalhadores –, enquanto que o estado do Paraná teve queda de 0,11%.
De acordo com os números publicados pelo MTE, o Paraná teve um saldo negativo de 2.952 postos de trabalho, na comparação com o último mês de maio, enquanto Paranavaí teve um aumento de 25%, passando de 102 para 128 postos de trabalho. Continuar lendo

Alda6

Dilma voltou cair

Publicado em 18 de julho de 2014 - 15:20

Embora em menor velocidade, as pesquisas divulgadas esta semana mostram que a intenção de votos para presidente Dilma Rousseff (PT) voltou a cair. Tecnicamente, ela e o candidato tucano, Aécio Neves, estão empatados num eventual segundo turno entre os dois.

As pesquisas revelaram também que a realização da Copa do Mundo não afetou o ambiente político.

Por outro lado, ainda não foi registrada no TRE nenhuma pesquisa para avaliar o quadro no Paraná. Nos meios políticos discute-se se o governador Beto Richa (PSDB) vai adotar a mesma postura das eleições de 2010, quando barrou na justiça a divulgação de pesquisas eleitorais.

A depósito_casarão sem oferta do mês

Ninho rachado

Publicado em 18 de julho de 2014 - 15:18

Comentou-se muito hoje de manhã de que a novela sobre a coordenação da campanha na região de Beto Richa (PSDB) ainda não teve seu capítulo final. Mas os principais comentários referiam-se as divisões que se aprofundaram entre os apoiadores do governador. Segundo um tucano, foram abertas feridas que dificilmente serão cicatrizadas.

Alda6

Rossoni e Accorsi em Paranavaí

Publicado em 18 de julho de 2014 - 13:30

Um grupo de tucanos de Paranavaí que apóia a reeleição do deputado estadual Luiz Accorsi (PSDB) e Valdir Rossoni para deputado federal se reunirá hoje à noite. A idéia é traçar estratégias para garantir uma boa votação a ambos na cidade. Rossoni e Accorsi deverão estar presentes ao encontro, que deve acontecer no restaurante do aeroporto.
Entre as lideranças locais, Accorsi e Rossoni têm o apoio do vice-prefeito de Paranavaí, Rubens Felippe, e do presidente do PSDB, Walmor Trentini, que ontem, quando foi discutida a coordenação regional da campanha de Beto Richa não deu as caras.

A depósito_casarão sem oferta do mês