OPINIÃO Zé Roberto Balestra

A vida ao som da orquestra

Publicado em 29 de agosto de 2016 - 22:10

Hoje pela manhã, no grupo de whatsapp “SALA DE IMPRENSA” (de Paranavaí), num seu comentário nosso amigo e conterrâneo Sérgio José “Old Rubens” contou que lhe impressionara a simplicidade de uma resposta que certo administrador municipal lhe dera durante recente diálogo sobre o futuro político da cidade, dizendo-lhe que é na escolha dos colaboradores que um prefeito deixa transparecer aos munícipes o ritmo que imprimirá à sua gestão.

Concordei, claro. E acrescentei dizendo que o melhor exemplo do que eu considere no momento como boa e futura administração da cidade estava presente na própria Paranavaí mesmo: a ORQUESTRA DE SOPROS DE PARANAVAÍ, a cuja apresentação no sábado (27), ricamente regida pelo Maestro Vitor Hugo Gorni no belo Teatro Dr. Altino, tive o imenso prazer de assistir acompanhado de um amigo e meu filho, ambos também advogados em Maringá. Nos maravilhamos deveras com a audição, e eu, como conheço meu calejado coração musical, o deixei falar pelos meus olhos, em especial durante os solos individuais; sei na pele a disciplina que um músico tem de ter para chegar a tal brilho e arte como aqueles.

Por outro lado, já havendo meditado sobre a interessante observação de ‘Old’ Rubens, viera também à “SALA DE IMPRENSA” outra ilustre compatrícia, Eliana Meurer, que indagou à geral sobre como se ter conhecimento, antes da eleição, de qual seria o critério que o novo administrador eleito se serviria para escolher seus colaboradores? Aí arrisquei meu palpite.

Uma “orquestra administrativa” depende também de um excelente “maestro”, o qual saiba com razoável celeridade, e em respeito aos bolsos contribuintes alheios, escolher dentre muitos pretendentes os melhores “músicos” para cada pasta. Não basta nomeá-los apenas por obediência a compromisso político assumido quando da campanha eleitoral, já que nisto reside um péssimo costume que grandes danos têm causado ao erário de um modo geral.

Relembro aqui apenas dois desses danos: o verdadeiro constrangimento que foi a nomeação de um ministro do turismo no governo da presidente afastada, cujo gabinete virou cenário para fotos sensuais de sua mulher. Mais recentemente a tragédia que se revelou ser a nomeação do ministro da saúde; à falta de conteúdo para a missão, se meteu em gafes diversas, sobretudo contra as mulheres, mesmo tendo em sua família uma esposa vice-governadora e uma filha deputada estadual. Em ambos os casos a culpa se deveu aos respectivos “maestros” que, por não saberem discernir entre competência e compromisso, acabaram pagando mico junto com seus mal-escolhidos.

Portanto, repito, a magnífica qualidade harmônica da ORQUESTRA DE SOPROS DE PARANAVAÍ é um prático e excelente exemplo a ser seguido pelo próximo administrador da cidade; maestro habilidoso na arte da regência e músicos que dominem de verdade seus instrumentos na prática e na teoria. Do contrário os eleitores surucuanos padecerão pelos próximos quatro anos ouvindo grunhidos e ruídos à guisa de pseudo-orquestra administrativa, porque na hora agá do voto, desperdiçaram a única munição legal que tinham à mão contra os candidatos bons de bico, os fantasiosos e os dissimulados promesseiros: o título de eleitor. A hora de pensar é agora. Depois…
por Zé Roberto Balestra

Filcafé
Clinica Vida
Psicoclínica

Chavita abandona campanha de Yamakawa

Publicado em 30 de agosto de 2016 - 13:35

Em Nota de Esclarecimento, com data de ontem, que espalhou-se com força pelas redes sociais, de Francisco Sérgio Domingues, o Chavita, como é conhecido, comunicou que deixou a coordenação da campanha de Maurício Yamakawa.
Uma péssima notícia pois, além da expectativa da decisão judicial a respeito dos pedidos de impugnação de sua candidatura, ainda não definida, Maurício terá de lidar com uma possível “debandada de seu barco” uma vez que o apoio de Chavita era tido, por diversas razões, como indispensável.
Uns chamariam a situação de “inferno astral”, outros, de “ter uma espada sobre a cabeça”.
Veja a Nota de Chavita: Continuar lendo

Depósito Casarão

Gestão pública: Paranavaí entre as melhores

Publicado em 30 de agosto de 2016 - 09:34

A Folha de São Paulo & Datafolha apontam a administração pública de Paranavaí como uma das mais eficientes do Brasil.
O Município ocupa honroso 2º lugar no Paraná, já que o primeiro obteve 0,562 e Paranavaí 0,561, e figura entre 4,14% dos 5.570 municípios brasileiros com população entre 50 a 200 mil habitantes.
A pesquisa também mostrou que o Município tem 0,8 médicos por mil habitantes, bem à frente de Umuarama, onde o índice é de apenas 0,1, e de Maringá de 0,4.
Contra a razão não há argumentos: são conquistas muito importantes.
Ponto para a administração Lorenzetti.
Saiba mais
Continuar lendo

Bom-de-Bico

Instituto Maurício Gehlen

Publicado em 29 de agosto de 2016 - 22:25

Centro de Convivência do Idoso será inaugurado em abril de 2018

Industrial autorizou início da obra e diz que Centro será “
legado que vou deixar à cidade que me acolheu tão bem”

IMG-futurasO empresário Maurício Gehlen e seus familiares lançaram no sábado, 27, a pedra fundamental do Centro de Convivência do Idoso. No mesmo ato, assinou e entregou à empresa responsável pela obra a ordem de serviço. “Já acertamos com a empreiteira que vai executar a obra em 18 meses. Assim, em abril de 2018 estaremos entregando a Paranavaí. Este Centro será o legado que vou deixar a esta cidade que me acolheu tão bem”, disse ele no ato de lançamento da pedra fundamental.
Continuar lendo

Depósito Casarão

A nova e a velha política

Publicado em 28 de agosto de 2016 - 16:55

Em recente artigo, Dom Geremias, bispo diocesano de Paranavaí, conceitua algumas práticas políticas:
“VELHA POLÍTICA: a política do troca-troca de favores, agrados, cargos, licitações viciadas, desvios de verbas, de dinheiro que some nos ralos e a NOVA POLÍTICA: com novas ideias, novas pessoas, novos princípios e novos sonhos, busca do bem comum, exemplar administração dos bens públicos, prestações de contas realistas, etc. A marca desta VELHA POLÍTICA que mais aparece é justamente a CORRUPÇÃO”.
Continuar lendo

Bom-de-Bico

Empreiteiras desmoralizam delação

Publicado em 28 de agosto de 2016 - 10:53

Empreiteiras complicadas na Lava Jato estão oferecendo garantia de que receberão seus salários por até 15 anos a seus executivos delatores, afirma a Folha.
Ao “proporcionar segurança financeira” aos delatores o risco é que as empresas garantam o controle sobre o conteúdo que os executivos entregam à Lava Jato.
Os 50 executivos da Odebrecht que negociam a colaboração com a força-tarefa da Lava Jato e com a Procuradoria-Geral da República já receberam proposta da “bolsa delação”: 15 anos de salários garantidos.
Já a Andrade Gutierrez, que já fechou acordo, está sendo mais humilde. Vai pagar dez anos de salários a onze funcionários que colaboraram.
Só Otávio Azevedo, ex-presidente da empreiteira deve receber algo em torno de 120 milhões de reais até 2020.
É ou não uma desmoralização?

Depósito Casarão

Laurindo é o novo delegado do Sindimóveis

Publicado em 28 de agosto de 2016 - 10:27

LaurindoLaurindo Martins Ferreira Filho é o novo Delegado Distrital do SINDIMÓVEIS em Paranavaí.
O comunicado foi feito por José Roberto Bonatto, neste 27.
Na foto, João Teodoro, presidente do COFECI-CRECI, José Roberto Bonatto, Presidente do SINDIMÓVEIS Paraná, Laurindo Martins Ferreira Filho e José Genolino ex-presidente do SINDIMÓVEIS, no Jantar em comemoração ao Dia do Corretor de Imóveis, em Maringá.

Bom-de-Bico

Segurança Pública

Publicado em 27 de agosto de 2016 - 08:11

Serviço de manutenção do videomonitoramento
deve começar a funcionar nas próximas semanas

VideomoritoramentoA nova sede da Guarda Municipal, que começou a funcionar na última quinta-feira (26), possui setor administrativo, almoxarifado, sala de monitoramento, cozinha, recepção e, além disso, um espaço exclusivo que abriga o sistema de videomonitoramento. Após os processos licitatórios, o serviço de manutenção foi contratado há alguns dias e em breve estará em pleno funcionamento.
Segundo o engenheiro eletricista da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Fábio Havro, “em algumas semanas resolveremos as últimas pendências e o serviço estará em funcionamento, pois a empresa já foi contratada e estamos marcando as primeiras reuniões com os técnicos. Outra mudança que fizemos foi quanto ao local: a sala de controle, que antes ficava na Ditran, agora ficará na sede da Guarda Municipal”, disse Havro.
Continuar lendo

Depósito Casarão

Não existe crime perfeito

Publicado em 26 de agosto de 2016 - 15:53

Na tentativa de enganar os investigadores a “proposta de Adesão” com o número do tríplex foi rasurada.
“Foi comprovada rasura no que tange ao campo ‘Apto/Casa’, com numeração rasurada 141, tinha como numeração anterior 174, indicando que originariamente havia outra inscrição do documento referente unidade do imóvel, posteriormente rasurada para 141.”
“Lula era o dono da cobertura desde o início das obras”.
Lula-é-réu-02

Bom-de-Bico

Fotos não mentem jamais

Publicado em 26 de agosto de 2016 - 15:39

Declarações de LuLula-é-réu-01la de que não conhecia o engenheiro da OAS, Paulo Gordilho, responsável pelas reformas no triplex do Guarujá e no sítio de Atibaia foram desmentidas.
Fotos, que “valem mais que mil palavras”, apresentadas pela Polícia Federal mostram Lula tomando cachaça com Gordilho e outras em conversas, no sítio.
Também contribuíram pra desqualificar o álibi, ou tese de Lula, vários emails de conversas de Gordilho.

Depósito Casarão

Lula indiciado pela Lava Jato

Publicado em 26 de agosto de 2016 - 15:29

Lula e Maria Letícia foram indiciados pela Lava Jato.
O relatório final do delegado Márcio Anselmo concluiu:
“O casal Luis Inácio Lula da Silva e Marisa Letícia Lula da Silva foi beneficiário de vantagens ilícitas, por parte da OAS, em valores que alcançaram R$ 2.430.193,61 referentes as obras de reforma no apartamento 164-A do Edifício Solaris, bem como no custeio de armazenagem de bens do casal”.
E mais:
No relatório Márcio Anselmo diz que “as obras referentes ao sítio em Atibaia são objeto de apuração em outro inquérito policial” e que “as menções no presente relatório têm por objetivo apenas contextualização dos fatos”.
Lula-é-réu

Bom-de-Bico

Cuidado com o “bom de bico”

Publicado em 26 de agosto de 2016 - 10:19

A campanha no rádio e na televisão é uma oportunidade de ouro para o “bom de bico”.
A realidade mostra que não temos sabido escolher.
Que temos sido envolvidos por “fluentes e influentes” discursos, de políticos desonestos, que, com a maior cara-de-pau mentem e convencem nossa gente de suas capacidades de transformar a realidade e decidir o bem-estar de todos e de cada um.
Mentiras que no futuro serão justificadas como enganos, e simplesmente apagadas, afinal, terão sido conduzidos ao poder por força, ou ingenuidade, do voto da maioria.
Aí, pouco, ou nada, poderá ser feito.
A capacidade de discursar com desenvoltura, de dizer palavras bonitas e promessas sobre coisas que podem resolver nossa vida e nos encher de esperança, pode ser coisa de malandro.
Ninguém faz milagres!
Precisamos eleger gestores com “fichas limpas” e bem intencionados.
Para não cometermos os mesmos erros precisamos estar atentos e nos informarmos a respeito do caráter de cada candidato.
Fluência verbal não é garantia de honestidade ou competência.
Por outro lado, a ostra, muitas vezes esconde uma pérola.

Depósito Casarão

Participe

(44) 9974-2200
Chico Ramos
Jornalista / moderador
Ebano Penha A. Lopes
Tecnologia da Informação
Zé Roberto Balestra
Advogado / Revisor de Conteúdo
———————————–

Colaboradores

———————————–
Renato Benvindo Frata
Advogado / Escritor
Parreiras Rodrigues
Jornalista
Ary Bracarense Costa Jr
Advogado / Empresário
Sergio José
Administrador de Empresas
Jorge Roberto P. Silva
Jornalista

O TATURANA

Taturana não é a designação ou codinome de uma pessoa. É um projeto jornalístico idealizado por profissionais sem vinculação a qualquer grupo político, antenados nos acontecimentos diários.
Saiba mais