Santa Casa abrirá 14 vagas

Publicado em 09 de setembro de 2019

em sete especialidades para Residência Médica

Vagas-para-Residência-MédicA Comissão de Residência Médica (Coreme) da Santa Casa de Paranavaí lançará em meados de outubro num novo edital abrindo vagas para especializações. Serão 14 vagas em sete especialidades. As provas serão realizadas no dia 14 de dezembro.
As vagas a serem disponibilizadas serão nas especialidades de Anestesiologia (2), Clínica Médica (3), Ginecologia e Obstetrícia (2), Cirurgia Geral (1), Cirurgia Básica – Pré-requisito (2), Oftalmologia 2 e Pediatria (2). Em relação ao edital do ano passado, foi aberta mais uma vaga para a residência de Anestesiologia.

Iniciado em 2014, o programa de Residência Médica da Santa já formou 32 especialistas e atualmente conta com 29 em formação. No início eram apenas especialização em Pediatria, Oftalmologia, Cirurgia Geral e Clínica Médica.

“O desafio maior, o da implantação, foi vencido, mas a Residência Médica é um desafio permanente, se renova a cada nova turma e a luta continua”, diz o presidente da Coreme, o médico cirurgião Jorge Pelisson. “É claro que hoje temos alguma expertise e habilidade para gerir as situações, o que não tínhamos no início, quando era um aprendizado. Mas as dificuldades existem, são inerentes ao curso”, complementou.

PRODUÇÃO CIENTÍFICA – Um dos setores que deve ganhar mais força a partir do ano que vem na Residência Médica da Santa Casa é a produção científica. Para isso, a Coreme começou a contar este ano com o apoio da Universidade Estadual do Paraná (Unespar), através dos cursos da área de saúde no campus de Paranavaí. “Eles dominam a parte pedagógica, a metodologia, a bioestatística e a epidemiologia. Isso será fundamental para a produção de artigos científicos”, diz Pelisson.

Além disso a Unespar já tem uma Comissão de Ética para analisar as propostas de artigos antes mesmo dele ser iniciado. “Conforme o tema, a Comissão aprova ou não”, conta o presidente da Coreme. Ele ressalta que, nesta área, a Comissão já tem a assessoria de Sandra Francischini, coordenadora pedagógica da Residência, que define, por exemplo, a grade curricular, conforme a legislação. “Mas este apoio é muito bem-vindo”, reforça o cirurgião.

AMPLIAÇÃO – Pelisson não descarta a possibilidade de ampliação da Residência Médica em Paranavaí, especialmente após a inauguração da Unidade Morumbi, quando, na prática, a Coreme terá mais 108 leitos à disposição. “A Residência nada mais é do que a conquista de experiência na prática. Com mais leitos, maior a possibilidade de abrirmos mais vagas de especialização”, diz ele. A intenção inicial é aumentar o número de vagas nos cursos já existentes. Só num segundo momento pensa-se em abrir novas especialidades. “Faltam médicos preceptores (professores) para isso”, justifica.

Pelisson não esconde seu orgulho pela qualidade da Residência Médica, “Muitos dos nossos egressos, que fizeram residências em especialidades que são pré-requisitos para outras, casos da Clínica Médica e Cirurgia Geral, estão sendo aprovados com louvor em outras residências muito disputadas, em grandes centros”, conta ele.

O presidente da Coreme também revela que outros dois “efeitos colaterais” que se esperava com a implantação da Residência Médica na Santa Casa acabou se confirmando. Um foi fazer com que o próprio corpo clínico aprofundasse seus estudos para poder atender as demandas dos residentes.

Outro efeito é o número de profissionais médicos que hoje circulam pelo hospital. “Primeiro é preciso considerar que o residente é um médico formado com CRM e tudo. Ele não é um aluno de medicina, mas um médico se especializando, se aprimorando”, explica Pelisson. São médicos de primeiro ano de residência (R-1), segundo (R-2) e em algumas especialidades, de terceiro ano (R-3), que passam por todos os setores do hospital. “E é claro que isto amplia o nosso corpo clínico sem elevados custos, já que a bolsa de estudo é paga pelo MEC, embora atualmente estamos bancando quatro bolsas entre os 29 residentes”, finaliza o presidente da Coreme.

 

 

 

 

 

 

 

 

Alda

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.