Lula queria mais

Publicado em 08 de novembro de 2018

Em depoimento à juíza Gabriela Hardt Marcelo Odebrecht disse que pagou R$ 200 milhões em propinas para Lula e Palocci. “Teve alguns pedidos de propina que inclusive foram negados com base na existência da planilha Italiano e que imagino que outras empresas acabaram tendo que pagar. Por exemplo: a questão de Belo Monte, a questão de sondas” – “Em vários momentos reclamei de valores muito altos. Falei com meu pai e, de alguma maneira, ele ia lá e reclamava com o Lula” – “Seria a primeira vez que a gente estaria fazendo uma coisa pessoal para presidente Lula. Até então, por exemplo, tinha tido o caso do terreno do instituto, bem ou mal, era para o Instituto Lula, não era pra pessoa física dele”.

Alda

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.