Marilena: a farra do boi e da linguiça

Publicado em 13 de maio de 2015

Informações colhidas em Marilena demonstram que naquele município está acontecendo a maior farra com o dinheiro público. Segundo um munícipe, que se manifestou sob cláusula de anonimato, a festança rola com o apoio de um depósito de material de construção, que seria de propriedade de parentes de políticos locais.
A prefeitura está expedindo requisição ao referido depósito solicitando remédios, que, sabe-se lá como, estão sendo contabilizadas pela Secretaria Municipal de Saúde.
O tal depósito de material de construção teria vencido licitação pata fornecer remédios à prefeitura. Mas não ficou só nisso: segundo uma requisição que o blog teve acesso, devidamente assinada por funcionário responsável, a prefeitura solicitou ao Depósito de Materiais de Construção Rio Branco o fornecimento de miojo, lingüiça, calabresa, fumo de corda, isqueiro e refrigerante.
Viva o Brasil!

Veja a íntegra da denúncia:
“O pessoal da prefeitura vem mesmo metendo a mão descaradamente. Lojas de materiais de construção, de parentes dos políticos vendem remédios para a prefeitura. E para piorar ainda, existe empresas fantasmas contabilizando notas para a Secretaria da Saúde. Sem contar ainda que as lojas de materiais de construção são ligadas aos políticos municipais. Depois de um depósito de material de construção vencer uma licitação para fornecer medicamentos para a prefeitura, agora conheçam outros produtos fornecidos pelo depósito de Materiais de Construções Rio Branco. Miojo, linguiça, calabresa, fumo de corda, isqueiro e refrigerante”.

Alda

11 comentários sobre “Marilena: a farra do boi e da linguiça

  1. hummmmmmmm o prefeito é do psd do kassab coligado do pt então tudo a ver.
    o que vão fazer com o FUMO!?!?!?
    deve se para o povo.

  2. Lembrando que o PSD é aliado de Beto Richa no Paraná, tendo sido apoiado tanto pela Oposição quanto pela Situação no município. Uma vergonha inominável que me deu ânsias de vômito já na época. Agora, a denúncia é grave. Fiquei até sem ação… Espero que as autoridades judiciais tomem conhecimento e tomem igualmente as devidas providências.

  3. O pior é que venderam a reserva do Município de Marilena, para o proprietário da loteadora Jardim Monte Carlo, e não parou por ai não fizeram a aquisição de uma reserva no Município de Terra Rica, como pode um Município invadir o território de outro?

  4. Mas as vendas bens imóveis continua na última semana enviaram para Câmara um Projeto de Lei vendendo o Centro Odontológico, local onde trabalha 05 Odontólogas, 02 fisioterapeutas e seus respectivos auxiliares, no referido prédio são realizadas dezenas de milhares de procedimentos na área da saúde, como pode? Detalhe: o prédio foi construído com recursos do SEDU – e é localizado na área nobre da cidade!

  5. Povo de marilena……..
    acionem com urgencia a promotoria, a policia,a federal, o Juiz moro, etc…etc….
    Mas tem também outro municipio aqui perto que a farra ainda é maior.

  6. Por estas e por outras ainda piores acontecidas em outros tempos é que me afastei completamente da política municipal.

  7. Município de Marilena, vem se deteriorando dia a dia nesta atual administração é tamanha a incompetência, que há tantos chefes que um nem consegue da ordem no outro, por sobrar chefe e quando se constrói uma obra se refaz 3 ou 4 vezes antes de concluí-la. Que vergonha!

Deixe uma resposta para o grito Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.